Notas

Notas sobre luxação de ombro

Recebo um paciente com luxação do ombro, o que eu faço?

Eu faço a manobra para colocaro ombro no lugar, ou não?

Eu sou um professor de Aikido, então de alguma forma ao longo do caminho acabei aprendendo a manobra para “colocar o ombro” no lugar e fiz isso algumas vezes! Por que eu digo isso?

Porque há um grande debate no nível médico sobre como proceder. Quando o ombro sai do lugar, ele arrasta consigo várias estruturas, ligamentos, fascias, nervos. Há aqueles que defendem o protocolo de espera para fazer uma ressonância antes de fazer a manobra que deve ser feito com anestesia geral. Seria o caminho mais seguro e conservador.

O problema é que geralmente o tempo de espera é longo e isso aumenta o risco de lesões. Mostra-se que quanto mais rápido a manobra for executada (e que tudo corre bem), mais rápido a recuperação do paciente … Depois, há aqueles que defendem o caminho mais curto.

Alguns anos atrás, recebi um paciente que já havia atendido com outros problemas. Desta vez, ele caiu na rua e “tirou o ombro” e me pediu desesperado para ajudá-lo. Eu pensei muito, e no último momento eu decidi não tocá-lo e enviá-lo para o hospital.

Resultado, tinha uma subluxação do ombro, mas também tinha uma fissura na clavícula. Se eu tivesse feito a manobra, teria sido um desastre!

Então, minha recomendação é ir ao hospital.